Kramer vs. Kramer

fevereiro 18, 2010

Ted Kramer não sabe em qual série do colégio seu filho está, e Billy não gosta do jeito que seu pai faz as torradas no café-da-manhã. Somente quando a mãe, Joanna, vai embora é que ambos são encurralados a conviverem, e, pouco a pouco, seus hábitos revelam-se paralelos. Apenas o espectador nota isto; para pai e filho, é apenas outra manhã comendo rosquinhas, tomando suco de laranja e lendo o jornal.

Anúncios

2 Respostas to “Kramer vs. Kramer”

  1. thomaz Says:

    Filmaço. tudo é pensado desde a progressão de desconforto que vai se desfazendo – que acaba por tornar-se necessidade de o pai estar com o filho – até os cenários que combinam com o figurino dos atores.fora que temos dois dos melhores atores do mundo em seu melhor momento.
    bateu saudade, agora

  2. Caio Marinho Says:

    Combate difícil entre ele e Apocalypse Now no Oscar da época; talvez seja como o Sérgio Lavos diz: Coppola é um cineasta sem emoção em seus filmes, e emoção é o que sobra em Kramer vs. Kramer. (http://bit.ly/cdiVH5)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: