Pray tell, Mr. Babbage!

agosto 11, 2009

BABBAGE, Charles.

Charles Babbage. Matemático, filósofo, inventor e frasista: uma mistura de Frankenstein, Feynman e Stephen Fry do 1800’s.

Babbage nasceu cedo dois séculos cedo demais. Aos 31 anos, iniciou a construção de sua máquina diferencial – basicamente uma calculadora movida a vapor. E embora tivesse todos os recursos financeiros, a máquina nunca chegou a ser completada.

Depois, Babbage iniciou os projetos de sua máquina analítica – que, além de não ser completada, assim como a diferencial, sequer foi iniciada. Caso fosse, o primeiro computador teria sido inventado no século 19.

Fascinante, sobremaneira. Mas Charles Babbage estava a frente de seu tempo não apenas em questões matemáticas e logarítmicas: as indagações linguísticas também estavam entre seus interesses. Ao observar, por exemplo, alguns problemas no poema Visão do Pecado de Tennyson, Babbage prontamente endereçou uma carta ao autor:

Caso não fossem estes versos, seu poema seria belíssimo:

A todo instante morre um homem
A todo instante um homem nasce

… Fosse isto verdadeiro, a população do mundo estaria em suspenso. Na verdade, a taxa de natalidade excede levemente a de mortandade. Eu sugeriria que a próxima versão do seu poema lesse da seguinte forma:

A todo instante morre um homem
A todo instante 1 1/16 de homem nascem

Charles Babbage, senhoras e senhores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: