Archive for dezembro, 2008

Meu conto de natal.

dezembro 25, 2008

Reunimo-nos na sala. Éramos muitos, mas minha família contava apenas meu pai, minha mãe e eu. Sentaram-se juntos, enquanto meu lugar era afastado, no fim do semi-círculo. Em sentido horário, cada um diria o que achava ser o verdadeiro sentido do natal. Falaram sobre o menino Jesus, outros sobre o nascimento de deus, época de mudanças, tempo de família.

Meu pai cruzou as pernas, posicionou um braço no ombro de minha mãe e uma das mãos sobre o joelho. “Alguns já falaram sobre o que ia dizer, mas, apenas complementando; o natal, para mim, é o momento em que eu penso, antes de tudo… na minha querida mãe. Ela já se foi faz muito tempo, mas o natal, todo ano, retorna a lembrança, e sempre fico muito triste pensando nela. E embora não deixe que outros percebam, mas eu sempre choro muito nesta época.”

Outros falaram. Menino Jesus, nascimento de deus, tempo de família. Meu pai mostrava os dentes, sorrindo. Eu esperava, observando,  pelo momento que ele levantaria as mãos ao rosto, discretamente enxugando as várzeas da face. Não o fez.

E para você, Caio? Qual o sentido do natal?

Respondi entrecortado: “Para mim? Bem, para mim, o natal é quando eu sei que o aniversário do meu pai está chegando. Daqui a seis dias ele faz anos. É isso… eu acho. O natal é a época em que penso no meu pai.”

Fui interrompido pelo próximo da fila. Julgou ter eu terminado. Minha tia ainda me perguntou: “Você já terminou, meu filho?” Olhei meu pai. Apertava os olhos, me observando. Sorria. “Sim, sim. Terminei.”

Anúncios

Santa Claus is a-comin’.

dezembro 24, 2008

Boas festas, meus caros: e por boas festas quero dizer boas leituras, boas escrituras e, mais do que qualquer outra coisa, bons presentes.

Extinguishable, por Bill Knot.

dezembro 24, 2008

birthdays you bend and blow out a candle in a skull // it’s always just one candle but each year one more //skull is added to the table which by now is plus full //and that makes this ritual more impossible each year // each year as you approach that crowd of past selves //somewhere down there in all those bone sockets // the annual candle waiting glares and dares you to find it

As datas, as datas.

dezembro 18, 2008

Acabei de checar as datas e, incrivelmente, fazia somente uma semana que não escrevia nada aqui – ou em qualquer outro lugar. Pareceu um tempo tão mais longo. 7 dias é coisa pouca. Sim, comentários, okay, mas não contemo-los, porque este não é, afinal, o blog de um post onde tudo acontecesse nos replies.

Vou indo dormir que tenho aula. Aula!

Pensando, pensando.

dezembro 18, 2008

Já imaginaram um blog no qual houvesse nada mais que um post, e tudo que acontecesse no site, aconteceria nos comentários?

O tempo fechou.

dezembro 12, 2008

A coriza e a dor de cabeça uniram forças para me deixar doente no começo do final de semana. Mas gente feliz não produz nada mesmo.

Mulheres de papel.

dezembro 10, 2008

Entre a Marina de Angústia e a Capitu de Dom Casmurro, sou muito mais a primeira, porque dela vemos não apenas os olhos, mas também as coxas, as pernas, a barriga, os seios, o decote, os braços, as unhas, os lábios, os cabelos…

Reclamando da Globo.

dezembro 10, 2008

Depois daquele derradeiro Fantástico que o clipe da Lua-da-paixão-vai-sorrir-ou-vai-chorar da Sandijúnior ganhou de um dos Beatles, eu digo é vixe.

Todo mundo falando nesse seriado da Capitu: eu digo é vixe de novo. “Uma das personagens mais complexas da literatura brasileira.” Eu digo é vixe outra vez: a mulher é só olho, que nem dela é. Mas essas são outras questões: o principal problema é: no seriado, ela dá ou não dá pro Escobar?

E outra ainda: no livro matam ela em uma linha. E no seriado? Em um frame? Não, obrigado: fico com Heroes anytime of the week.

Sala de espera.

dezembro 4, 2008

– Até a próxima semana.

– Até, Caio. – Fecha a porta. A diminuta sala de espera guarda algumas revistas e um ventilador que procura algo. Uma senhora de preto de cabeça baixa usa uma página dupla para esconder o olhar.

– Boa-noite. – Digo-lhe. Nenhuma resposta. Alguns respondem, outros não.

Smiley Face.

dezembro 1, 2008

Vênus está perto da Lua hoje, primeiro de dezembro, formando:

: )

Os deuses estão se falando, o céu é a tela e as estrelas os caracteres.